Novo Clube Trombeteiros de Momo

Ter, 29 de Janeiro de 2013 12:56
Dar nota para esse item
(0 votos)

90 anos do Trombeteiros

 

O Novo Clube Trombeteiros de Momo comemorou os seus 90 anos de fundação com a celebração de uma missa, na Igreja Matriz de São João Nepomuceno, e um coquetel em sua sede social, no centro da cidade, na noite de quarta-feira (23/01).

 

Após a missa, celebrada por Padre Liomar Rezende, as portas do clube se abriram para receber convidados e homenageados, ao som da dupla Serginho Pavanelli (bateria) e Serginho Furlan (voz e violão).

 


Márcio Américo Verardo, atual Presidente do Trombeteiros, relembrou os fundadores e a primeira diretoria composta na ocasião da fundação do clube em 21 de janeiro de 1923, naquela época batizado originalmente com o nome de Novo Clube Carnavalesco Trombeteiros de Momo.


De sua extensa lista de fundadores - Valentin Verardo, Walfrido da Silva Moura, Homero Martins de Oliveira, Eduardo Pulier, Humberto Sette, Valdemar Coelho, Breno Godinho, Adalberto Pavanelli, Romeu Pinguelli, Domingos Pinguelli, José Pesine, Orlando Pinguelli, Hugo Pavanelli, Lamounier de Carvalho, Fernando Vitoi e Olyntho Guimarães Faria – nasceu a primeira diretoria que teve como Presidente – Valentin Verardo; como Vice-presidente - Homero Martins de Oliveira; como 1º Secretário - Walfrido Moura; 2º Secretário - Marciano Carias e como Tesoureiro - Eduardo Pulier.


Sua atual sede foi entregue ao usufruto dos associados em 1925. Seu primeiro estatuto definitivo data de 1934, implantado durante a gestão do Sr. Hugo Pavanelli, relembrou Márcio Américo, após consultar os arquivos de atas do clube. Já o estatuto que atualmente rege o Trombeteiros passou a vigorar em 2009, na presidência de Oscar Velasco Itaborahy.


Durante sua exposição, Márcio Américo também apresentou um comprovante de quotas do clube, da década de 1930, pertencente ao seu pai, Américo Verardo. O papel amarelado é uma verdadeira relíquia que remonta aos primórdios, época em que os associados se quotizavam para investir na agremiação. Ele também recordou o Carnaval de 1938, oportunidade em que pela primeira vez o Hino do Trombeteiros, de autoria de Ema Zágari e Dr. Álvaro Gonçalves, foi veiculado.

 

A década de 80 do século passado marcou a história do clube com a fundação de sua sede campestre, o Trombeteiros Country Club, originado do sonho de um dos associados, hoje atual Prefeito de São João Nepomuceno, Célio Filgueiras Ferraz, homenageado da noite de ontem com o maior prêmio criado pela atual diretoria: o troféu de Honra ao Mérito “Águia de Ouro”. Também foram agraciados com placas em agradecimento pela dedicação ao clube: João Alves Ferreira Filho, Edson Amado dos Santos e Antônio Ângelo Tozatto.


As homenagens continuaram com Célio Ferraz e Oscar Itaborahy sendo brindados pela diretoria do clube, com o título de sócios beneméritos. Foi um momento de muita emoção para a dupla.


Após as homenagens, a canção “Parabéns a você” e o “Hino do Trombeteiros” foram executados e acompanhados com fervor pelo público e principalmente pelos homenageados.


Um Baile de Gala, em data ainda a ser comunicada, marcará em grande estilo as comemorações de 90 anos de fundação do Novo Clube Trombeteiros de Momo.

Por Salette Garcia
Portal SJ Online

 

 

Última modificação em Ter, 29 de Janeiro de 2013 13:00
Administração

Administração

Olá, sejam bem-vindos ao novo site do Trombeteiros, um local totalmente dedicado à você.

Website: www.trombeteiros.com.br
Efetue login para comentar